Creatiblogs todos os blogs criativos

PINCEIS

Pincéis – Utilização e Cuidados

Se os pincéis são a sua ferramenta, também são a chave para o seu sucesso, por isso, compre os melhores que puder. Mesmo porque, se tiver certos cuidados, os seus pincéis vão durar muito tempo. Para cada técnica, para cada tinta, para cada superfície a ser pintada, existe um pincel indicado. As empresas que os fabricam possuem catálogos que contém todas essas informações.

 

Vamos falar somente sobre os tipos de pincéis quanto ao efeito que produzem e sobre a sua conservação.

- Tipos de pincéis:

 

Chatos ou Espatulados – Geralmente são usados para pintar áreas maiores (relativamente ao tamanho do pincel). Também pode ser usado para pinceladas de flutuação e para pintar folhas nas técnicas de pinceladas praticadas.

  •  Chanfrado ou Angular – Indicados para o Floating e para atingir áreas diminutas como cantos pontiagudos.

 

  •  Redondos – Para pinturas de pinceladas ensaiadas como Bauernmalerei e outras.

 

  • Redondo Angular (Deer Foot) – O chamado “Pata de Vaca”, para efeitos de pêlo, de areia, de nuvens, etc.

 

  • Filbert ou Língua de Gato – Para traços retos e contínuos (largos ou finos, dependendo da posição em que for usado)

 

  •  Filete – Para traços finos

  

  • Liner – Como o filete, mas com as cerdas mais longas.

 

  • Leque (Fan) – Usado para fazer “matinho”, cabelos, copas de árvores, etc.

 

  • Mousse – para efeitos especiais (muito usado em pintura em seda)

 

  • Trincha – Pincéis chatos e largos, para pintar grandes extensões, aplicar goma-laca, fundo ou verniz.

    - Conservação e Limpeza:
    Mantenha os seus pincéis sempre bem acondicionados, protegendo as cerdas para que não “torçam”. Se usa diferentes tintas, tenha para cada uma um jogo de pinceis, pois os resíduos que permanecem entre as cerdas, mesmo depois de limpos, podem danificar o seu trabalho. Também convém separar os pincéis usados para aplicar vernizes ou outros produtos auxiliares. Limpe-os no diluente apropriado à tinta ou verniz que estiver a usar.
    Quando estiver a pintar, não deixe os seus pincéis por muito tempo na água. Habitue-se a seca-los sempre que trocar de pincel e nunca os deixe secar com tinta nas cerdas.
    Lave-os com detergente neutro ou champo sempre que julgar necessário, “penteando” as cerdas com as unhas ou com uma escova de dente. Se quiser, deixe de molho pelo tempo máximo de 30 minutos. Coloque um pouco de amaciador (cabelo) num frasco e, quando lavar seus pincéis ou quando parar de trabalhar, coloque um pouco na palma da mão e massage com os pincéis, orientando as cerdas para que fiquem todas juntas (da mesma forma que eles vêm, quando os compra). Desta forma ficarão como novos por muito mais tempo.